A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Poeme-se

Aldeia
Inspire-se!
Saber de cor o silêncio diamante e/ou espelho o silêncio além  do branco Saber seu peso seu signo - habitar sua estrela impiedosa Sabe...
Pois para isso fomos feitos:  Para a esperança no milagre  Para a participação da poesia  Para ver a face da morte -  De repente nunca mais es...
Tu és folha de outono voante pelo jardim. Deixo-te a minha saudade - a melhor parte de mim. E vou por este caminho, certa de que tudo é vão. ...
Se te pareço noturna e imperfeita Olha-me de novo. Porque esta noite Olhei-me a mim, como se tu me olhasses. E era como se a água Desejasse E...
  "Tempo não é algo que se compra ou se produz. Está dentro de nós, da nossa vontade. Viver só vale a pena quando provoca saudade" - Clarice Lis...
“Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inú...
E então, pergunto, por que esta vida de pão e horas moídas?   Por que não somente um pássaro na insciência da tarde clara,   uma árvore verde ...
Se não conheço os mapas, escolho o imprevisto: qualquer sinal é um bom presságio. - Lya Luft Foto: Gina Prati...
  • 1
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751