A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Bola na Aldeia

Márcio Couto
Médico, escritor e entusiasta do esporte

Cascavel empata em Santa Catarina em jogo truncado

Publicado em: 25/04/2022


O resultado de 1x1 acabou justo pelo apresentado em campo

O FC Cascavel empatou no sábado em Itajaí contra a tradicional equipe do Marcílio Dias. O placar de1x1 acabou justo pelo apresentado em campo pelos dois times que disputam a Série D do Brasileirão. A partida valeu pela segunda rodada, e o Marcílio Dias vinha de derrota para o Aimoré, por 3x2, em São Leopoldo, no começo do campeonato. Agora, a Serpente do Oeste ocupa a terceira colocação, com uma vitória e um empate, totalizando 4 pontos; porém Azuriz e Caxias, equipes favoritas, jogaram apenas 1 partida cada.

O técnico Tcheco considerou um bom começo, afinal empatar fora de casa, desde que ganhe dentro, não é um mal negócio, principalmente para uma equipe que precisava de total reformulação no meio da temporada. É o caso. O Cascavel ainda deve uma vitória fora de casa nesta temporada.

No primeiro tempo, o Cascavel jogou melhor e teve chances de sair na frente. A movimentação de Lucas Batatinha é boa, falta combinar mais com Léo Itaperuna as jogadas. Poderia ter começado o segundo tempo com mais tranquilidade. Mas não foi o que aconteceu: logo aos 3 minutos da segunda etapa, depois de um cruzamento pela esquerda, o atacante Tito se antecipou e jogou para as redes, com a bola ainda batendo no meia Gama, que novamente não agradou nessa partida.

O Cascavel, porém, reagiu e buscou o empate. Após um escanteio, o zagueiro Fernando cabeceou e a bola bateu no braço do defensor do Marcílio. O pênalti foi cobrado pelo meia Robinho, com categoria, no canto direito do goleiro. Foi o quinto dele na temporada, que é o artilheiro do Cascavel em 2022 e o maior em toda a história do clube.

Tcheco procurou alternativas para vencer a partida, com a entrada do meia Tiago Luís, que saiu mais tarde com fortes dores musculares, e do jovem atacante Felipe Micael. É bom lembrar que Tiago Luís, que já jogou em grandes times do futebol brasileiro, foi anunciado como a grande contratação entre os reforços para a série D, visando a resolver o problema do camisa 10, que tem feito tanta falta ao Cascavel.

O empate ao final não ficou ruim. A comissão técnica vê o time com melhor preparo físico, e realmente está mais rápido. Mas falta o treinamento de jogadas. O próprio Tcheco gostou da construção das jogadas, mas falta o acabamento final, ou seja, o gol. Ainda garantiu que os jogadores têm bom nível e a artilharia vai melhorar. A torcida espera por isso. Os novos zagueiros Ítalo e Fernando foram bem, assim como o excelente goleiro André Luiz, o que traz algum conforto para a torcida. O empate não foi ruim, portanto.

No próximo domingo (1), o Cascavel recebe o São Luiz, de Ijuí, às 16h, no Estádio Olímpico Regional, pela 3ª rodada da Série D. Ontem, o São Luiz bateu o Azuriz em casa por 2x0. Pedreira, portanto.

A CBF repassou uma cota de 120 mil para cada equipe participante. Haverá premiações para os quatro primeiros (carros para o campeão e vice), além do valor em dinheiro: R$ 320 mil, 250 mil, 150 mil e 100 mil, do primeiro ao quarto lugar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751