A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Bola na Aldeia

Márcio Couto
Médico, escritor e entusiasta do esporte

Vitória em casa contra o Caxias valeu a liderança isolada

Publicado em: 23/05/2022


Jogo confirmou boa fase

Pré-jogo - Depois de uma boa vitória contra o Aimoré, de São Leopoldo, RS, fora de casa, por 1x0, numa partida bastante equilibrada no primeiro tempo, mas que no segundo teve o domínio da Serpente Aurinegra, culminando pela vitória por 1x0, o time volta a enfrentar uma forte equipe gaúcha, e também candidata a ascender à série C.  O FC Cascavel tinha 10 pontos e liderava a competição, com três vitórias em quatro jogos e apenas um empate fora de casa. Caxias e Azuriz tinham 7 pontos e Aimoré permanecia com 6. São Luiz, Marcílio Dias, Próspera e Juventus estão ficando para trás.  Tcheco queria manter uma equipe ofensiva, sem se descuidar da defesa – que aliás tem correspondido, é a melhor do grupo.

Foram treinadas, durante a semana, saídas de bola da defesa para o meio de campo e diretamente para o ataque, com o goleiro André Luís treinando lançamentos para a linha de frente, como já tem feito com algum sucesso – buscando surpreender a defesa adversária. A armação de jogadas continua deficiente. No ataque, tabelas e entradas pelo meio também receberam atenção da comissão técnica, porém a aposta é mesmo nos lançamentos para a área de média distância e as jogadas contundentes pelas extremas. O ataque poderia contar com Rodrigo Pelezinho e Lucas Batatinha. Lucas Coelho e Léo Itaperuna, que fez um bom segundo tempo contra o Aimoré, poderiam entrar no decorrer do jogo. O volante França e o meia Robinho iniciariam a partida?

O Caxias buscava recuperar seu bom futebol que já foi um dos destaques entre as equipes gaúchas. Ficou em quinto no Estadual Gaúcho, mas teve o terceiro melhor ataque. O técnico Luan Carlos é um jovem de 29 anos que treinou o Camboriú no Estadual Catarinense e alcançou o vice-campeonato, perdendo para o Brusque a final, em dois empates, porém o Brusque tinha a melhor pontuação na primeira fase. Vinha para Cascavel atrás dos três pontos. O centro-avante Batista e o meia Diogo Sodré são destaques do time e o treino fora no sentido de surpreender o Cascavel com rápidos contra-ataques.  O Caxias anunciava jogar com três zagueiros mas confiava na boa articulação do meio de campo com o ataque, o mais eficiente na competição, neste grupo, até aqui. Seria um teste excelente para o Cascavel mostrar a que veio, em busca da ascensão à Série D. Jogo para uma grande torcida na tarde de sábado.

O jogo - O Caxias armou um time defensivo, porém bem articulado no meio de campo, buscando contra-ataques rápidos. Foram poucas as oportunidades. A defesa cascavelense se destacou mais uma vez. O primeiro gol da vitória do time do oeste foi aos 27 minutos, com um chute primoroso de Lucas Batatinha, da intermediária, praticamente, que encontrou o ângulo do goleiro gaúcho, André Lucas – indefensável. O Caxias procurou o empate e se descuidou na defesa. Aos 38 minutos houve uma falha do zagueiro Marcelo, que Rodrigo Alves, o Pelezinho, aproveitou e passu para Robinho, que marcou, com oportunismo, o segundo gol, definindo o placar em 2x0 já na primeira etapa.

O Cascavel manteve a consistência na defesa e perdeu alinda algumas oportunidades, com Robinho, Cavani e Rodrigo Alves; William quase marcou de falta. Apesar do gramado pesado, foi um grande jogo. Mais tranquilo na liderança, o FC Cascavel se prepara para enfrentar o Juventus, em Santa Catarina, na cidade de Jaraguá do Sul. Será o jogo do líder contra o lanterna, único time do grupo que ainda não venceu. Agora com 13 pontos, 4 vitórias e 3 empates, fica com 4 pontos à frente do Aimoré  de São Leopoldo.

Assessoria de imprensa do FC Cascavel - Cascavel tem o melhor aproveitamento da Série D - Que início da Serpente na Série D! Com quatro vitórias e um empate nas primeiras cinco rodadas, o Cascavel tem o melhor aproveitamento da Série D com 86%. Apenas outras duas equipes somam os mesmos 13 pontos que o time aurinegro, entre os 64 clubes que disputam a competição. São eles o Amazonas, no Grupo 1, e o Brasiliense, no Grupo 5. Já o Cascavel lidera o Grupo 8, considerado um dos mais difíceis do campeonato, com quatro pontos de vantagem para o Aimoré, segundo colocado, e seis a mais que o Marcilio Dias, primeiro time fora da zona de classificação para a segunda fase. A equipe do técnico Tcheco tem sete gols marcados e apenas dois sofridos. O atacante Lucas Batatinha e o meia Robinho dividem a artilharia do time no torneio com dois gols cada. "Quando o individual aparece é porque o coletivo está funcionando. Nosso elenco é forte e esperamos trazer a torcida para jogar junto conosco", afirma Robinho, que também é o artilheiro do clube na temporada com 8 gols.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751