A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Bola na Aldeia

Márcio Couto
Médico, escritor e entusiasta do esporte

Jogo em Jaraguá do Sul não foi fácil como se esperava

Publicado em: 26/05/2022


Cascavel empatou com o último colocado do grupo, Juventus

Pré-jogo     Depois de uma excelente vitória contra o Caxias, em casa, por 2x0, o Cascavel foi até Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, para se isolar ainda mais na liderança. Jogo do primeiro colocado no grupo contra o último. Mas futebol é futebol, e o treinador Tcheco não queria se descuidar da defesa, uma das mais consistentes de toda a Série d do Brasileirão. Tanto o arqueiro André Luís como os zagueiros Fernando e Ítalo têm demonstrado regularidade nos jogos da competição, e foram contratações acertadas para o restante da temporada.

Os laterais Michel, pela direita, e William Simões, pela esquerda, continuam como armas de ataque e fazem excelentes lançamentos desde a intermediária. William, o capitão, forma a linha defensiva mas costuma atuar como elemento surpresa no ataque, ora como meia de contenção. É um coringa, e bate faltas com primor. O meio de campo ainda pode ser aperfeiçoado, com França geralmente cansando na segunda etapa, quando não volta para ajudar a defesa.

Gama continua oscilando entre partidas regulares e boas. Robinho tem correspondido e feito gols, agora mais contundente com a entrada dos atacantes Rodrigo Pelezinho e Lucas Batatinha. Léo Itaperuna tem entrado bem e disputa a titularidade na linha de frente. Alencar Cavani, atacante prata da casa, entrou contra o Caxias e quase marcou, recebendo elogios da torcida e do próprio Tcheco, que gosta de seu estilo, e quer lhe preparar melhor.

Tcheco continua treinando saídas de bola e lançamentos em profundidade. Nisso, o arqueiro André Luís tem surpreendido com lançamentos direto para os atacantes, como foi no segundo gol contra o Caxias, na rodada anterior. As jogadas pelas laterais continuam fortes, os tiros de média distância, como o golaço de Lucas Batatinha contra o Caxias fazem parte de um belo repertório, que já faz a torcida sonhar com o acesso à Série C no ano que vem. Porém, continuando com uma boa participação e ganhando jogos, motiva um maior público no estádio.

O Grêmio Esportivo Juventus, de Jaraguá do Sul, SC, após a derrota contra o Marcílio dias, por 2x1, em Itajaí, recebeu o pedido de desligamentos do técnico Alemão e do preparador físico Guilherme Strass. O novo técnico: William de Matias, de 39 anos, foi jogador profissional e passou rapidamente pelo Juventus em 2005.  A carreira como técnico iniciou em 2019 no Novo Mutum (MT), em 2019, ficando no clube por três temporadas, sendo campeão da primeira e segunda divisão do Estado.

O FC Cascavel tem 13 pontos e liderava a competição, com quatro vitórias em cinco jogos e apenas um empate fora de casa.  Aimoré, com 9, e Azuriz, com 8 eram os melhores colocados  na sequência. Com os 13 pontos ganhos até aqui, o Cascavel estava entre os três melhores da Série D e um dos sete que ainda não perderam, entre os 64 competidores.

O jogo – O primeiro tempo foi muito equilibrado, com chances de gol para as duas equipes. O Juventus veio para a partida com uma motivação extra, a presença do novo técnico William de Matias, que foi campeão em Mato Grosso com o Novo Mutum, onde atuou por 3 temporadas. A defesa muito bem armada e com jogadores buscando surpreender o Cascavel com rápidos contra-ataques. O time do oeste passou a jogar melhor após 15 minutos apenas se defendendo.

Aos 27 minutos, tivemos um pênalti muito claro não marcado a favor do Cascavel (falha clamorosa do árbitro Paulo Cesar Francisco). Dentro da área, o braço do jogador catarinense impediu a passagem da bola. Na mesma jogada, acabou o Juventus marcando, com Bruno Dip chutando pelo lado esquerdo do ataque, de fora da área, com a bola enganando o arqueiro André Luís, ao quicar no gramado. O gramado, aliás, que atrapalhou mais a equipe com melhor aspecto técnico - o Cascavel. Mas o castigo veio logo depois, aos 36 minutos. William Simões chutou de fora da área, e a bola também quicou numa irregularidade do gramado e enganou o arqueiro do Juventus. 1x1.

O segundo tempo trouxe também muita emoção para os torcedores. Tinha pouca gente no estádio, menos de 180 torcedores para uma renda que não chegou a 3 mil reais. Mas pelas imagens de vídeo e emissoras de rádio, foi um jogo quente, com chances de gol para os dois lados. Léo Itaperuna teve duas chances para o Cascavel, Robinho e Libano também perderam de marcar – Libano praticamente na entrada da pequena área. Era só dar um toquinho, mas não teve tranquilidade, a bola raspou o poste.

Aos 41 minutos do segundo tempo, o arqueiro André Luís, que falhara duas vezes no primeiro tempo, uma delas numa apressada saída de bola, salvou a equipe, mais uma vez, fazendo excelente defesa num tiro da entrada da grande área. Assim tem sido em todos os jogos, praticamente. Na próxima rodada, no domingo, o Cascavel (14 pontos) enfrenta o Azuriz, que tem 11 pontos. Pode perder até por 1x0 que termina o primeiro turno na liderança. Mas é jogo para mostrar força frente a uma grande torcida. O Caxias vem em terceiro, com 10 pontos e o Aimoré em quarto, com 9. Próspera e Juventus são os últimos colocados, com 4 e 3 pontos. São Luís (8) e Marcílio Dias (7) buscam recuperação.


Assessoria de imprensa do FC Cascavel - Cascavel empata fora de casa e mantém invencibilidade na Série D - Em um jogo bem disputado, o Cascavel foi até Jaraguá do Sul-SC e voltou com um ponto na bagagem contra o Juventus. Com isso, o time segue sem perder na Série D. O técnico Tcheco repetiu a mesma escalação da última partida. E a Serpente Aurinegra começou melhor o jogo. Mesmo fora de casa, a equipe dominou as ações ofensivas e quase abriu o placar com Robinho, que chutou de fora da área.

Em uma boa descida pelo lado esquerdo, Wilian Simões fez o cruzamento e a bola bateu, claramente, na mão do zagueiro do Juventus, que estava com o braço aberto. Apesar de ser um lance claro de pênalti, o árbitro Paulo Cesar Francisco mandou o jogo seguir. No lance seguinte, Bruno Dip chutou de longe, a bola quicou no gramado, em péssimo estado, enganando o goleiro André Luiz e abrindo o placar para os donos da casa.

Apesar da desvantagem, o Cascavel se manteve organizado em campo e chegou ao empate ainda no primeiro tempo. Wilian Simões arriscou da entrada da área e empatou a partida. Foi o primeiro gol do camisa 6 com a camisa aurinegra. Na volta do segundo tempo, Tcheco colocou Léo Itaperuna no lugar de Rodrigo Alves.

Logo na primeira participação do atacante, ele driblou o goleiro e só não marcou porque a defesa se recuperou e salvou antes da bola entrar. A Serpente continuou no ataque, em busca da virada. Lá atrás, o goleiro André Luiz fez boas defesas. Libano ainda teve grande chance, mas chutou para fora e o jogo terminou 1 a 1. Com o resultado, o Cascavel manteve a invencibilidade e a liderança da competição, com 14 pontos, com 4 vitórias e 2 empates no grupo 8. O próximo jogo será no domingo da semana que vem, 29, contra o Azuriz, no Estádio Olímpico Regional.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751