A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Bola na Aldeia

Márcio Couto
Médico, escritor e entusiasta do esporte

Vitória contra o Juventus por 1 x 0 no Estádio Olímpico

Publicado em: 13/06/2022


Foi um jogo equilibrado contra o último colocado

Uma vitória difícil contra o último colocado do grupo por 1x0, num jogo duro, com muita disputa de bola no meio de campo, maior posse de bola do FC Cascavel, mas com o Juventus tendo mais chances de gol no decorrer da partida. Esse pode ser o resumo do jogo de domingo, 12 de junho.

Mais uma vez o Juventus surpreendeu pela boa disposição tática, da mesma fora que apresentou na partida anterior, quando houve um empate em Jaraguá do Sul. O time veio para se defender e contra-atacar, geralmente subindo pela direita ou com jogadas rápidas pelo meio. O atacante Fabinho deu trabalho para a defesa do Cascavel, que contou com a volta de Fernando e Ítallo, que estavam suspensos.  

O goleiro André Luís mais uma vez salvou a serpente, com duas defesas extraordinárias, aos 2 e aos 43 minutos. Nessa etapa, o Cascavel chegou a tramar algumas jogadas, com Michel, Júlio Pacato e Rodrigo Alves se destacando na movimentação, mas sem efetividade.

O atacante Lucas Coelho quase marcou de cabeça, com o arqueiro Hudson defendendo e depois a bola batendo caprichosamente no travessão – o Cascavel continuava sem sorte. O primeiro tempo acabou com 3 chances de gol para cada lado.

Na volta para o segundo tempo, o atacante Iago chutou de fora da área no cantinho esquerdo do gol e o arqueiro André Luís fez uma defesa sensacional – a terceira na partida. O meia Tiago Luís entrou nessa etapa e fez excelentes cruzamentos para os atacantes, mas Rodrigo Alves perdia todas na velocidade para os zagueiros.

Cavani (com muita vontade mas com problemas de posicionamento) e Douglas Neto entraram aos 20 minutos, mas não tiveram sucesso. Michel quase marcou num cruzamento aos 30 minutos e depois Robinho acabou marcando, num cruzamento de William, pela esquerda. Ele cabeceou o cruzamento e pegou o rebote de Hudson – o gol foi anulado por impedimento mas depois o bandeira voltou atrás, com a explicação de que ele mesmo, Robinho, foi quem cabeceou e depois pegou o rebote.

Muita confusão e expulsão de um integrante da comissão técnica do Juventus – que vendeu cara, portanto, a derrota. Mas agora não tem mais chances de classificação – só se vencer os últimos cinco jogos, três fora de casa, e ainda contar com tropeções de todos os outros times, como se isso fosse possível.

O Cascavel venceu pela vontade dos jogadores, ainda mostrando erros táticos do meio para frente, com muita dificuldade nas saídas de bola, principalmente no primeiro tempo. A possível volta do atacante Lucas Batatinha trará um alento para as próximas rodadas.

A classificação do grupo 8 ficou assim: 1º - Azuriz com 18 pontos, 2º - FC Cascavel com 17, 3º - Caxias com 16, - os três com 5 vitórias;  4º - Aimoré com 14, 5º - São Luiz com 13, 6º Marcílio Dias com 11, 7º - Próspera com 5 e 8º - Juventus com 4. – sendo esses dois com poucas chances de classificação.

A próxima rodada será no sábado (18) com Caxias x FC Cascavel, Juventus x Marcílio Dias e no domingo, São Luiz x Aimoré; ainda, na segunda (20 de junho) Próspera x Azuriz. (Fotos: Daniel Malucelli/FC Cascavel)
 
Assessoria de Imprensa FC Cascavel 


Lesões mais comuns no frio
TENDINITE, ESTIRAMENTO E ENTORSE

A vasoconstricção causada pelo frio diminui o fluxo de sangue enquanto o exercício promove uma sobrecarga ao corpo. Os estiramentos também são um problema. Isso pode causar limitação de movimentos e dores musculares nas juntas. Para isso o FC Cascavel tem fisiologistas na comissão técnica que estão atentos. (internet)

Baixas temperaturas 
Apesar da temperatura agradável que faz quase todo mundo esquecer que estamos próximos do inverno, o período mais frio do ano já chegou. O frio mais intenso deve chegar a qualquer momento e, com ele, aumentam as chances de lesão muscular.

O risco é maior quando as temperaturas caem, alerta Diego Leite de Barros, fisiologista do HCor. "Nesta época, é mais comum a lesão leve, em que ocorre a ruptura de algumas poucas fibras musculares, mas não a lesão completa do músculo. Ela ocorre principalmente em ‘atletas de final de semana', aqueles que não estão acostumados a fazer aquecimento antes de iniciar qualquer atividade física", diz o fisiologista, que cita corrida, bicicleta e jogos de futebol como as principais atividades que causam as distensões.

Quando o corpo está em repouso, o fluxo de sangue para os músculos é baixo, entre 15% e 20%. Durante um exercício, porém, ele pode atingir índices de 70% a 90%.

"Um músculo só consegue ter desempenho máximo e otimizado quando a circulação sanguínea local estiver plenamente ativada. Por isso, o aquecimento - tipo de pré-exercício - é essencial, pois assim ocorre uma transição progressiva do estado de repouso para o de ação. São necessários, no mínino, dez minutos nesta etapa de preparação”, completa.

A combinação do frio associada à falta de tempo pode aumentar a chance de lesões. Mesmo consciente da necessidade de aquecer a musculatura, muito atletas esquecem as recomendações dos especialistas.

"O número de casos de estiramento muscular aumenta no frio, principalmente pela manhã, quando as pessoas realizam as atividades com pressa porque tem compromisso depois e querem terminar tudo rápido”, enfatiza.

Os músculos mais afetados pela síndrome das baixas temperaturas são os posteriores da coxa e os da musculatura da panturrilha (a batata da perna). Após instaurada esse tipo de lesão, o praticante terá de seguir um tempo de recuperação de até 15 dias. O tratamento consiste em aplicação de gelo no local e uso de anti-inflamatórios, sem imobilização.

"A mobilidade é muito importante, porque você fortalece o músculo e melhora o fluxo de sangue para aquela região do corpo. A imobilização acarreta perda de massa e de força", afirma. (internet)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751