A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história

Bola na Aldeia

Márcio Couto
Médico, escritor e entusiasta do esporte

Cascavel perdeu em casa por 1x0

Publicado em: 27/06/2022


O FC Cascavel perdeu em casa para o Aimoré e mais uma vez não demonstrou força no ataque, apesar de manter a posse de bola a maior parte do tempo.

O placar de 1x0 para os visitantes acabou injusto, mas assim é a regra do futebol. Ganha quem marcar mais gols que o adversário, ou, no caso, quem marca um gol e não sofre. 

O Estádio Olímpico Regional recebeu um público de 1200 pessoas que assistiram a partida – e os jogos do Cascavel sempre têm a emoção como atrativo principal. E esse jogo da 11ª primeira rodada não foi diferente. O Cascavel esteve perto de marcar sete vezes na primeira etapa e três na segunda; já o Aimoré teve apenas três, e só no primeiro tempo. 

O gol do Aimoré ocorreu aos 21 minutos, num contra-ataque, depois da falha de Ítalo, que foi substituído no segundo tempo.

Bem articulados, três jogadores aproveitaram o erro da Serpente e tabelaram com tranquilidade frente a dois defensores, com Junior Fialho apenas locando a bola para a rede, encontrando o arqueiro André Luís esperando um tiro forte no meio do gol – mas foi apenas uma empurrada para o canto esquerdo.

Desta vez, André Luís não salvou o Cascavel, o que já vinha acontecendo em outras partidas.

O time do Oeste continuou insistindo com jogadas individuais de Rodrigo Alves – encontrando em geral Léo Itaperuna perdido entre altos zagueiros (Itaperuna teve apenas uma chance de marcar). Mais uma vez, o ataque foi ineficiente.

Muitas jogadas saíram dos pés de William Simões, pela esquerda. Mas as chances de gol foram muitas de fora da área, com chutes fortes de William. Para azar do Cascavel, o arqueiro Fabian Volpi estava numa tarde de gala, e fez pelo menos três defesas monumentais, fora de série, nos dois tempo.

O auxiliar técnico Zé Luís colocou Doka no segundo tempo, que fez boas tabelas com meias e atacantes, jogadas agudas, mas que não resultaram em gol, a bola passava perto. Júlio Pacato (sem boa atuação) e Jajá entraram no lugar de Tiago Luís e Michel. Tiago Luís criou boas jogadas, algumas com erros de finalização no primeiro tempo.

Jajá (o melhor em campo do FC Cascavel) se movimentou bem e fez excelentes jogadas de ataque. O Aimoré fez alterações e se defendeu ainda melhor. Mesmo com a entrada de Samuel e Fabrício, a Serpente não conseguiu marcar, com o time mostrando muita vontade, mas pouca organização tática.

Após o jogo alguns poucos torcedores discutiram e ofenderam o técnico Tcheco, que estava nas cabines de rádio/televisão, cumprindo suspensão. Com a vitória, o Aimoré (20 pontos) subiu para a segunda posição na tabela, com o Cascavel (18 pontos) ficando na quarta e última vaga que classifica para a sequência do campeonato.

No próximo sábado (02), o FC Cascavel joga no Rio Grande do Sul contra o São Luiz, em Ijuí, que perdeu para o Caxias por 2x1 também no sábado. Para se garantir, serão necessárias duas vitórias em três partidas, ou torcer por tropeços e maus resultados dos clubes que vem mais atrás.
 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751