Colunas

Um instante só

Publicado em: 21/12/2018

Momentos de desatenção acontecem no trânsito, nos relacionamentos e na vida. Basta apenas um instante para tudo desandar ou para tudo acabar. Então, é bom ficarmos atentos.

É incrível como um segundo de desatenção é capaz de desencadear horas de consequências. Quem não já deixou algo no fogão, fervendo ou assando pra sempre? Ou a chave do lado de fora da porta? Pois é, isso pode acontecer com qualquer pessoa, seja ela distraída, apressada ou controladora, simplesmente acontece. Os relatos abaixo estão resumidos, mas são baseados em fatos bem reais.

Casa dos sonhos, recém-construída em um condomínio bacana no alto de uma rua sem saída. Menos de uma semana após a mudança, o pai sai de carro e quando entende que a cachorrinha da família está prestes a ser imprensada pelo portão, desce do carro para salvá-la. Mas o carro desce também. O rapaz corre, mergulha, se joga, tentando conter o veículo em vão. O carro bateu num poste e houve perda total de ambos; todo o condomínio ficou às escuras por quase 24 horas; o pai, com o corpo todo ralado ajudava a mãe a servir dezenas de litros de café para os bombeiros e outros profissionais que foram atender o ocorrido. A cachorrinha nada sofreu.

Registro geral da água de um prédio antigo foi desligado por conta de um conserto. Todos os moradores estavam sabendo. Era dia de faxina num dos apês, mas a moça que faria o serviço não sabia do desligamento da água. À noite, a moradora volta pra casa e se depara com seu gatinho desesperado tentando lhe dizer algo. Ao longe se ouvia um barulho de água escorrendo. Correria, cachoeira na pia da cozinha, ralo fechado, tudo inundado. Cena que só se vê em comerciais de seguradora. O resto dá pra imaginar.

Esposa viajando. À noite, o marido coloca o lixo pra fora, volta, dorme e no dia seguinte é acordado pela campainha. Na porta, um vizinho dizia ter encontrado uma chave de carro na lixeira da rua e, pela marca do veículo, ele deduziu que fosse daquele apartamento. O fato da coleta do lixo ter sido feita antes da chave ser deixada na lixeira e a boa vontade do vizinho estavam do lado do marido distraído. Sorte dele. 

Nesses casos, ninguém perdeu a vida e nem houve danos irreversíveis. Mas momentos de desatenção acontecem no trânsito, nos relacionamentos e na vida. Basta apenas um instante para tudo desandar ou para tudo acabar. Então, é bom ficarmos atentos. Se você já viveu algum episódio decorrente da falta de atenção, compartilhe com a gente. Deixe o seu comentário e até a próxima.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.