Colunas

Você se arrepende de quê?

Publicado em: 13/05/2021

“A morte é um excelente motivo para buscar um novo olhar para a vida”
Ana Claudia Quintana Arantes

Nesta edição, compartilho com vocês, as lições de um livro de cabeceira. Inclusive indico a leitura para todo mundo. Trata-se de “A morte é um dia que vale a pena viver", da médica Ana Cláudia Quintana Arantes. Ao contrário do que se pensa, o livro é um testemunho à vida. Traz um novo olhar para a questão.

Uma das abordagens interessantes diz respeito aos arrependimentos narrados pela enfermeira austríaca Bronnie Ware. Ela também trabalha com cuidados paliativos e, inspirada pelos depoimentos de seus pacientes, escreveu um livro sobre os cinco maiores arrependimentos de quem está morrendo.

O primeiro arrependimento, mais comum a todos, diz respeito ao desejo de ter priorizado melhor escolhas pessoais ao invés de ter feito escolhas para agradar aos outros. Segundo Bronnie, quando as pessoas percebem que sua vida chegou ao fim, fica mais fácil ver quantos sonhos elas deixaram para trás. 

O segundo, arrependem-se de não ter falado e demonstrado mais os sentimentos. Para viver em paz com outras pessoas, muita gente acaba suprimindo seus próprios sentimentos, dando vazão à mágoa e rancor. O terceiro é sobre ter trabalhado muito. Entre os homens, a falta de tempo para os filhos pesa bastante. 

O quarto é sobre amizade. Muitos relataram arrepender-se de ter perdido contato com os amigos. “Todos sentem falta dos amigos quando estão morrendo”, afirma. E o quinto, ter se permitido ser mais feliz. 

Muitas pessoas só percebem no fim que a felicidade é, na verdade, uma questão de escolha. Diante do relato de Bronnie, a médica brasileira conclui que talvez o jeito mais fácil de viver seria incorporar no nosso dia estas cinco nuances da existência: demonstrar afeto, permitir-se estar com os amigos, fazer-se feliz, fazer as próprias escolhas, trabalhar com algo que faça sentido no seu tempo de vida, e não só no seu tempo de trabalhar. Sem arrependimentos!
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

1 COMENTÁRIO(S)

Esse texto me fez pensar... Acho que me arrependeria dos medos que tive e das lutas que não enfrentei. E sobretudo, por não ter contribuído por mais igualdade, justiça e afeto. Obrigada por me fazer repensar nas prioridades da vida enquanto há tempo...
comentado por Waldirene Pereira Barbosa em 02/06/2021
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!