Colunas

Bonitinha, mas ordinária

Publicado em: 13/03/2018

O abaixo-assinado para a duplicação da BR 277 entre Matelândia e Cascavel, criado pela ONG ‘Change.org’ no final do ano passado, lembrava dos frequentes acidentes com vítimas fatais que seriam  evitados caso houvesse mais seriedade  e respeito pela vida  em nosso País.

Segundo a Fenasdetran, o valor do pedágio, que teve novo aumento em dezembro, coincidiu com as oito mortes em colisões frontais na 277, no mesmo mês.

Quatro destas pobres vítimas da inconsequência eram estudantes da Unila sendo que dois deles mestrandos. Os outros, igualmente importantes e insubstituíveis para suas famílias, também ‘viveram’ esta tragédia de Natal.

O Governo do Estado autorizou a Agepar e o DER, órgãos que zelam pela segurança dos usuários da rodovia, que liberassem um novo aumento que se configura, quiçá, como taxa de concessionária das mais caras do planeta.

Segundo a Federação dos Detrans, a insensibilidade aos apelos da CPI do pedágio para não elevar os valores transformou a inepta Comissão Parlamentar de Inquérito na chamada ‘CPI dos Patetas’.

Órgãos de controle como o TCU e o TCE vinham recomendando a redução das tarifas porque obras previstas em contrato não foram executadas.

Nossa 277, que já deveria estar há muito duplicada teve, segundo investigação do MPF, pelo menos 13 ‘atos secretos’ modificando os contratos de concessão desde 1998. Nenhum destes atos foi publicado no Diário Oficial do Estado e nem recebeu o aval do Governo Federal. A maioria das ações serviu para eliminar ou adiar obras.

No caso do contrato da ‘bonitinha’, por exemplo, todos os investimentos em duplicação foram trocados pela redução de 30% na tarifa do pedágio. E essa mudança vigora até hoje, apenas pela ata de uma reunião de 2005, durante o famoso ‘baixa ou acaba’.

Como diria meu amigo William, há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.