Colunas

HORTELÃ

Carinho de mãe

Publicado em: 13/06/2019


Quando menina me extasiava com os canteiros verdes e coloridos de minha mãe. No pequeno sítio havia uma fartura imensa de flores, plantas, frutíferas e ervas. Dessas muitas espécies cultivadas cuidadosamente, uma sempre chamou minha atenção. 

Fosse pelo perfume, pelas cores, pelas flores, por ser um tempero especial e finalmente pelo delicioso chá, indicado para combater tantos males e principalmente ajudar na digestão. Falo da hortelã-verde, uma das mais de 26 espécies de “mentha” que chamamos simplesmente de hortelã. 

Muitas tradições e lendas associam essa planta à boa refeição, à amizade e ao amor. Quando o frio aperta, um chá bem quentinho e depois uma coberta trazem a recordação dos cuidados e carinhos de mãe.

Ao cultivar é bom considerar que as raízes da hortelã tomam conta do canteiro; portanto é bom deixar um espaço só para ela, assim como em vasos: não plante mais nada com ela e sempre faça podas, ela se manterá vigorosa o ano todo.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.