Colunas

Na terra do cangaço!

Publicado em: 16/04/2021


Nestas férias de verão, viajei com minha família para Alagoas. Fizemos um roteiro bem diferente, combinando as belíssimas praias de Maragogi e São Miguel dos Milagres com o interior do estado, mais precisamente a Rota do Cangaço, na charmosa cidade de Piranhas, à beira do São Francisco.

# DIA 01
Chegamos em Maceió à noite e fomos direto para o Hotel Soft Inn, na Ponta Verde. A capital alagoana foi somente nossa base para chegada e saída. Alugamos uma Fiat Doblô (a alegria de toda a família) e fomos para Maragogi. Passeio tranquilo, estradas razoáveis e de pouco movimento. Mal chegamos no Hotel Prive Costa Dourada, na Praia da Ponta do Mangue, corri para ver a praia, o Caribe Brasileiro. Realmente, belíssima! Água cristalina e morninha. 

# DIA 02
Ficamos em Maragogi três dias, tempo suficiente para fazer alguns passeios como o de lancha até as piscinas naturais. O passeio custa R$ 100 por pessoa e o tempo de permanência no local é de 1h30. Como é uma área de preservação ambiental, há algumas exigências. É proibido, por exemplo, levar ração para os peixinhos (mas os fotógrafos levam escondido). Falando em fotos, fizemos a famosa seção ao custo de R$ 70 por casal. O passeio é organizado pela @maragogiftsub. Recomendo!
 


# DIA 03
Aproveitamos o terceiro dia para conhecer as praias da região. Destaque para Jarapatinga. A apenas 11 km de Maragogi, guarda praias tão lindas quanto a sua vizinha mais famosa. A vantagem, é que seus pedaços de areia são muito menos povoados. Ideal para quem está em busca de tranquilidade. Almoçamos no Companhia da Lagosta. Pratos bem servidos, drinks maravilhosos e ambiente aconchegante embaixo das árvores. Adoramos.

# DIA 04
Nosso destino era a praia de São Miguel dos Milagres, mas como somos curiosos e estávamos pertinho da cidade de Zumbi dos Palmares, mudamos um pouco a rota e fizemos um bate e volta de 328 km. A visita ao Parque Memorial Zumbi dos Palmares, no topo da Serra da Barriga, em União dos Palmares, valeu muito a pena pelas questões históricas. Pisar no chão de Zumbi e Dandara e sentir todo o sofrimento e luta daquele povo foi emocionante.

# DIA 05
Dia de curtir São Miguel dos Milagres. Ficamos no Hotel Angá, na Praia Porto da Rua. Simples mas aconchegante. As praias de São Miguel são praticamente desertas e tranquilas para banho. Lá, reservamos um tempinho também para conhecer a Associação Peixe-Boi em Porto das Pedras. Além do projeto garantir a preservação desta espécie ameaçada de extinção, garante renda e emprego aos moradores. Conhecer os peixes-boi de pertinho é muito legal... são muito fofos!

# DIA 06
A bordo da nossa queridíssima Doblô, com o Rafael, meu noivo, no volante, fomos desbravar o sertão de Alagoas até chegar às margens do São Francisco. Viagem tranquila. Paisagem de muitos canaviais até Arapiraca e depois, sertão mesmo. A caatinga impressiona. Parece não ter vida naquele deserto, mas tem. Após rodar 370 km, chegamos a Piranhas a tempo de ver o entardecer nos cânions dourados do São Francisco. Deslumbrante. Encontramos até Lampião por lá! Contratamos um guia (Valdivino) que nos mostrou tudo na região.
  


# DIA 07
Antes de embarcar para a Rota do Cangaço, conhecemos o Museu do Sertão, ainda em Piranhas. Para a rota contratamos uma lancha (R$ 220 por pessoa) e descemos o São Francisco até a cidadezinha de Entremontes, e, depois, para o Restaurante Angicos, ponto de encontro para a trilha até a Grota dos Angicos, onde Lampião, Maria Bonita e mais nove cangaceiros foram mortos. A trilha é curta, 700 metros. Para compensar a subida e o calor, de 40 ºC, muita história contada pela guia, vestida de Maria Bonita. Na Grota, uma espécie de memorial. Lugar de silêncio. Na volta, um delicioso almoço para aguentar o passeio pelo rio até o Cânion do Xingó, um verdadeiro tesouro.
 

#Piranhas
Toda colorida, a cidadezinha tem um charme especial. Vale a pena tirar algumas horas para caminhar pelo centro histórico e até subir os 250 degraus que levam ao Mirante da Igreja. A vista para o Velho Chico é de rara beleza! 
 

VALORES
Viajamos para Alagoas de 15 a 24 de dezembro e o valor por pessoa para aluguel de carro + hotéis (em Maceió, Maragogi, São Miguel dos Milagres e Piranhas) ficou R$ 1.669. Rodamos 1.400 km de carro, gastando R$ 706. Em média, com alimentação, R$ 100/dia por pessoa (sem economizar) e de passeios R$ 500 por pessoa. * Neste cálculo não incluí o valor da passagem aérea. Pela cotação atual, uma média de R$ 2,5 mil (ida e volta) por pessoa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!