Matérias

Edição 123
SICREDI

Tudo é possível aos 35

Com 120 mil associados nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, a Sicredi Vanguarda cresce alicerçada na base de seus fundadores: jeito simples, próximo e ativo de ser

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) Bruna Scheidt / Divulgação

Publicado em 12/12/2018



Nos últimos 35 anos a economia brasileira sentiu impacto da globalização, cinco mudanças de moedas e várias crises financeiras, nacionais e internacionais. Em meio a tudo isso, nascia em Medianeira, no Oeste do Paraná, pelas mãos dos associados da Cooperativa Cotrefal (Lar), a Sicredi Vanguarda.  A data de fundação é de 17 de novembro de 1983 e a motivação uma só: dificuldade de financiamento para os produtores rurais.

De uma configuração inicial com 11 municípios somente no Oeste do Paraná, a cooperativa abrange atualmente 81, sendo 17 paranaenses, 42 no estado de São Paulo e 22 no Rio de Janeiro. “Em 2014, foi a primeira cooperativa do Brasil a ser autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar em área não contínua, ou seja, municípios de outra região ou estado”, explica o presidente Luiz Hoflinger.

O pioneirismo, aliás, sempre foi uma marca na cooperativa. Antes restrita a produtores rurais, foi a primeira também a receber autorização do Banco Central, em 2004, para associar pessoas físicas e jurídicas. Tudo isso garantiu as bases para o que se tem hoje: 120 mil associados e ativos de R$ R$ 2,4 bilhões. Mais que isso, deu outra dimensão para a palavra confiança, reflexo de valores como transparência, ética, simplicidade sempre presentes na relação com associados, os verdadeiros donos da cooperativa.

Entra aí o senso de comunidade que, para o Sicredi, é quase uma filosofia. “Em cada comunidade em que atuamos, temos o compromisso de levar informação, conhecimento e treinamento. Este relacionamento, para nós, é prioridade”, frisa Hoflinger. Este entendimento se alinha a outro propósito: evoluir e se modernizar sem perder a essência do relacionamento e proximidade com as pessoas. “Precisamos nos atualizar, incorporar conceitos de modernidade sem jamais abrir mão do simples, próximo e ativo”.


IMPACTO EM CASCAVEL

Com oito agências em Cascavel, 25 mil associados e previsão de abrir mais uma em 2019, a Sicredi tem sido um importante vetor do desenvolvimento local. Além de se colocar como um instrumento de inclusão para seus associados, realizando seus sonhos, os apoiando financeiramente em todas as suas necessidades, também estende sua atuação para áreas sociais. “Cascavel nos acolheu de forma especial e tudo que fazemos é recíproco, seja no esporte, palestras, feiras e eventos diversos”, afirma o presidente, lembrando que o engajamento de toda a equipe tem sido fundamental. 
 



A experiência dos gerentes

“Encantamento”. Essa é receita da longevidade do sistema cooperativo Sicredi na opinião do gerente da Agência Cascavel Centro, Josciano Vieira. Ele é um dos oito gerentes que se alinham à mesma missão de expansão e inclusão financeira da cooperativa na cidade. 

Missão esta que, para a única gerente mulher, Débora Cristina de Moura Amboni, da Agência São Cristóvão, com 4.700 associados e 30 colaboradores, é compartilhar conquistas e resultados com bom atendimento. “Essa é a nossa essência”, reforça Maiki Sidor, da Agência Santo Antônio, cujo desafio maior foi acompanhar o mercado e crescer acompanhando os mesmos índices da cooperativa. 

Para isso, muito planejamento e crença no potencial da cidade. “Cascavel tem um potencial gigantesco de negócios e por isso estamos ampliando nossa estrutura para o layout novo da marca buscando maior comodidade e conforto aos nossos associados e futuros associados”, corrobora Vilson Silveira Junior, da Agência Carlos Gomes. “Sem medo de errar, Cascavel pode contar com o Sicredi, nossa equipe é altamente capacitada e busca sempre pela excelência no atendimento”.

A fórmula tem se replicado em bons resultados também nos bairros e distritos. Um exemplo é o Bairro Floresta, na Região Norte da cidade. Quando assumiu a gerência em 2013, Fabricio Nilo Redivo contava com 650 associados. “Hoje são 4 mil associados ativos e com um potencial e desafio de crescer ainda mais”, frisa. Nos distritos não é diferente. Mauricio Munaretto, da Agência Sede Alvorada, credita o crescimento ao constante trabalho na formação e desenvolvimento da equipe. 

Em Rio do Salto, o sentimento de êxito é o mesmo. “Começamos do zero, sem nenhum associado, fazendo reuniões com a comunidade e visitando os produtores. Inauguramos a agência em 2017 e hoje já estamos com 230 associados”, frisa o gerente Juliano Vendruscolo.

No distrito de São João Oeste, a exemplo de Rio do Saldo, o Sicredi é a única instituição financeira. Com 430 associados, é um vetor de desenvolvimento local. “São João está abraçando cada vez mais o Sicredi e nós estamos realizando nossos trabalhos sempre no intuito de melhorar a vida de nosso associado”, diz o gerente Roberson Julião Alves.
 

 
Juliano Vendruscolo, Maiki Sidor, Josciano Vieira e Vilson Silveira Junior
Débora Amboni, com Fabricio Nilo Redivo, Roberson Julião Alves e Mauricio Munaretto
 

Na vanguarda sempre!

 
Luiz Hoflinger, presidente da Sicredi Vanguarda: jeito simples, próximo e ativo de ser
Para você, como presidente, o que significa estar na vanguarda?

Significa tudo. Significa gratidão. Poderia até afirmar que significa paixão. Sim, paixão por fazer algo que faz sentido, que envolve “humanos”, que tem uma causa e que vale a pena. Significa compromisso com responsabilidade, ter poder sem jamais esquecer da simplicidade. Somos uma verdadeira multidão. Nos aproximamos de 120 mil associados que acreditam na nossa causa. Já somos mais de mil colaboradores/funcionários que nos ajudam na prática do nosso propósito de “compartilhar conquistas e resultados com bom atendimento”. Tudo isto é desafiador, mas profundamente encantador.


O Sicredi chega onde ninguém quer ir. Há um esforço em manter as agências físicas, certo?

Em inúmeros municípios, e distritos, somos a única instituição financeira. Em alguns locais não éramos, mas hoje somos. Em outros houve um abandono e nós chegamos e ainda estamos chegando. Eu seria hipócrita se falasse que não queremos ter resultados, mas em primeiro plano estão as pessoas, a comunidade. Nestes locais somos muito bem aceitos e o resultado é consequência e todo esforço vale a pena.


Nesta caminhada, do que você mais se orgulha?

Nossos números são importantes e valorizam nosso esforço. No ano passado fomos a 9ª maior cooperativa de crédito do Brasil em número de associados e a 7ª em operações de crédito. Atualmente somos a 4ª maior cooperativa do Sicredi em associados e uma das melhores em desempenho financeiro. O que mais me orgulha é o sentimento de que a grande maioria dos nossos associados está satisfeita com nosso atendimento, com o nosso jeito simples, próximo e ativo de ser. Sinto um ambiente harmonioso e colaborativo no nosso dia a dia e isto se reflete no relacionamento. As pessoas enxergam, as pessoas comentam. Isto me enche de orgulho, mas acima de tudo me enche de gratidão.




 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.