Matérias

OKTOBERFEST

Muito além do chope!

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) César Machado

Publicado em 13/09/2019


Em sua 31ª edição, Oktoberfest de Marechal Cândido Rondon busca referências na dança e na gastronomia para se reinventar

Oktoberfest é sinônimo de chope e dança, certo? Também. Em Marechal Cândido Rondon, a festa tem resgatado outros elementos da cultura alemã, como a dança e a gastronomia. A inclusão de grupos de dança infantis e adultos na programação da Oktoberfest, segundo a secretária de Educação, Marcia Winter da Mota, tem um valor simbólico muito grande. “A família toda se envolve e reaviva esta identidade cultural local”, explica.

No ano passado, as delícias típicas ficaram por conta dos produtores rurais da Linha Heidrich, conhecida por seu delicioso café colonial, o Milch Fest. “Meus pais e avós começaram a festa lá e a ideia de compartilhar esta experiência na Oktober é para não deixar as tradições culinárias germânicas morrerem”, explica Elcio Heidrich.

A preocupação faz sentido. Para a professora Marlene Haboski, do Grupo de Danças Raízes, o momento exige um repensar. “Antigamente havia mais proximidade com a essência germânica. Depois isso foi se perdendo, ficando mais comercial e, agora, estamos voltando às origens. Isso é muito positivo”, afirma. 

Seguindo a tradição de três décadas, a 31ª Oktoberfest acontece na segunda quinzena de outubro com uma rica programação artístico-cultural. A Prefeitura Municipal está ajustando a programação, que deve ser divulgada até o final do mês. 
 
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!