Matérias

Estande da Itaipu faz sucesso no Show Rural com ciência e tour virtual pela usina.

Texto Assessoria de Imprensa

Publicado em 04/02/2020


Um dos principais atrativos é a Expedição do Conhecimento, um ônibus que percorrerá a região Oeste levando educação ambiental a diversas comunidades. Lançamento será na quinta-feira (6).

 A  Itaipu  Binacional  marca  presença  na  32ª  edição do Show Rural Coopavel  levando  ciência  e sustentabilidade aos visitantes daquela que é uma  das principais feiras de tecnologias aplicadas à produção agropecuária do  País. A possibilidade de fazer um tour virtual pela usina também coloca o  estande  da  empresa  entre  os  mais  concorridos deste primeiro dia do evento.  Até  o  início  da tarde, cerca de 300 pessoas tinham passado pelo local.

Um  dos principais atrativos é a Expedição do Conhecimento, um ônibus que  percorrerá  a  região  Oeste  levando  educação  ambiental  a diversas comunidades.  O  projeto  será oficialmente lançado na próxima quinta-feira (6) com a presença do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior; do diretor-geral  brasileiro  da  Itaipu, general  Joaquim  Silva  e Luna; do diretor  de  Coordenação,  general  Luiz  Felipe  Carbonell,  e  do diretor superintendente  do  Parque Tecnológico Itaipu, general Eduardo Castanheira Garrido Alves.

Ciência, sustentabilidade e turismo
Ao  entrar no estande de 432 m² da Itaipu, o primeiro atrativo são os óculos de realidade virtual, que possibilitam conhecer a usina em detalhes, inclusive  com  recursos  de  realidade  aumentada,  que  mostram o caminho percorrido  pela  água  nas  unidades  geradora  e  o  processo  de geração hidroelétrica.

Lenir  Reinke  Blodorn  é  cooperada  da  C.  Vale,  tem  uma pequena propriedade  familiar  em  Maripá,  onde  produz  leite  e  aves,  e  ficou impressionada  com  o  que  viu. “É muito lindo. Principalmente a parte que mostra  a  usina  por dentro. Dá vontade de conhecer pessoalmente, mas acho que a gente acaba vendo até mais detalhes do que se estivesse lá”, conta.

Após  o  tour virtual, o visitante tem a opção de assistir à exibição de  15  minutos  do  projeto  Ciência  na  Esfera  ou percorrer o espaço de exposição  da Expedição do Conhecimento. O primeiro consiste em um globo no centro  de um auditório, onde são projetados vídeos com informações sobre a Terra  e  outros  planetas,  além de temas relacionados ao meio rural, como biocombustíveis, agricultura e regime de chuvas.

Já  na  Expedição do Conhecimento, são apresentadas informações sobre energia,  água, ecossistemas e suas inter-relações. “Após isso, o visitante vai  para uma área externa onde temos três maquetes mostrando como utilizar a  natureza  a  nosso favor, nos meios urbano e rural, e em uma residência. Ali, ele é convidado a fazer uma reflexão sobre formas as mais inteligentes de  utilizar  os  recursos  naturais,  como  o  reuso  da  água,  o  melhor aproveitamento  da  luz  solar  ou  a  reciclagem  de  materiais”, explicou Andressa Souza, da área de Ciência e Educação do PTI.

O agricultor Elvin Herch planta soja e milho em Ibema e ficou curioso para  conhecer os projetos da Itaipu no Show Rural. Ele disse que já aplica alguns  dos  conceitos  da  agroecologia,  como  a  compostagem,  mas ficou interessado  em  estudar  mais sobre outras técnicas, como o reuso da água. “Achei  tudo  muito  legal e interessante. Quero estudar a instalação de um sistema de cisterna para aproveitar a água da chuva”, disse.

Agroecologia
Em parceria com diversas instituições, Itaipu também está presente na Vitrine  Tecnológica  de  Agroecologia,  no  Show Rural. Neste ano, além da demonstração  de diversas técnicas de produção que dispensam a aplicação de agroquímicos,   as   principais  novidades  estão  na  agricultura  urbana, bioconstruções   e   na  ampliação  da  feira  de  produtos  ecológicos  da agricultura  familiar, conforme explicou Ronaldo Pavlak, técnico da Divisão de Ação Ambiental da Itaipu.

O  agricultor Jolmir Simões Nunes é produtor de frutas e participa de um   grupo   de  agroecologia  no  assentamento  Recanto  da  Natureza,  em Laranjeiras  do  Sul. Ele está participando da feira devido a um projeto da Universidade  Federal  da  Fronteira  Sul  (UFFS), de produção de picolés a
partir  de  frutas  nativas,  como  uvaia,  guabiroba  e  mamão-caipira. “O movimento  da  vitrine  está  muito  bom, melhorando a cada ano. As pessoas ainda não conhecem o produto, mas quando experimentam, gostam”, garantiu.

O  Show  Rural  2020 conta com mais de 600 expositores em uma área de 720  mil  m2.  Segundo a organização do evento, a expectativa para esta 32ª edição  é  atrair  um público de mais de 250 mil pessoas e uma movimentação financeira de cerca de R$ 2 bilhões.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!