Matérias

CORONAVÍRUS

Lugar de idoso é em casa

Publicado em 19/03/2020


Em entrevista à Revista Aldeia, o médico cardiologista e geriatra, Márcio Couto, reforça os cuidados necessários e preventivos em relação aos idosos, segundo o que recomenda a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG)

Qual a recomendação da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) em relação aos idosos? 
A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), através da Comissão de Imunização, aconselha que os idosos, idade acima de 60 anos, especialmente portadores de comorbidades como diabetes, hipertensão arterial, doenças do coração, pulmão e rins, doenças neurológicas, em tratamento para câncer, portadores de imunossupressão entre outras, e aqueles com mais de 80 anos e portadores de síndrome de fragilidade, adotem medidas de restrição de contato social. 

Sair de casa, nem pensar?
Sim, devem evitar aglomerações ou viagens, o contato com pessoas que retornaram recentemente de viagens internacionais e contatos íntimos com crianças. O atendimento às pessoas idosas deve ser preferencialmente em domicílio evitando-se a exposição coletiva em serviços de saúde.

Quais medidas preventivas?
Devemos ainda alertar e reforçar toda a população de que as medidas preventivas mais eficazes para reduzir a capacidade de contágio do coronavírus são: “etiqueta respiratória”; higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool gel a 70%; identificação e isolamento respiratório dos acometidos pelo vírus e uso dos EPIs (equipamentos de proteção individual) pelos profissionais de saúde.

Quando procurar ajuda médica?
É preciso procurar ajuda médica caso surjam os seguintes sintomas. Febre. Tosse. Falta de ar. Alteração da sensação de cansaço para os esforços de rotina. Confusão mental (especial para idosos). 

Quando se indica o diagnósitco?
Nossa recomendação é de não colher swab nasal para pesquisa do SARS-CoV-2 de pessoas sem sintomas respiratórios (pessoas assintomáticas), exceto em pesquisa clínica. A detecção viral de RNA por reação em cadeia da polimerase (PCR) em secreção respiratória, método usado para o seu diagnóstico, pode não representar necessariamente infecção com potencial de transmissão e, provavelmente, tem pouca importância epidemiológica de transmissão.  Possivelmente os primeiros 3 a 5 dias de início dos sintomas são os de maior transmissibilidade. Por isso, casos suspeitos devem ficar em isolamento respiratório, desde o primeiro dia de sintomas, até serem descartados. É de suma importância obedecer ao isolamento.

E quanto aos profissionais que trabalham diariamente com idosos?
Os profissionais de saúde devem utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) para precaução de gotículas em atendimento de pacientes suspeitos ou confirmados de infecção pelo coronavírus. Ainda não há comprovação científica de benefício do uso de medicações retrovirais, cloroquina, interferon, vitamina C, entre outras, usadas para tratamento de pacientes com o coronavírus. Estas medidas não são indicadas. O uso de corticoide e ibuprofeno deve ser evitado. O uso das medicações  anti-hipertensivas IECA e BRA, de acordo com a posição da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), não deve ser suspenso em casos de pacientes infectados pelo coronavírus. Neste momento precisa haver uma ação coletiva e consciente da população em prol de medidas racionais para conter a transmissão do coronavírus.

Medidas de prevenção:
•    Higienizar as mãos frequentemente com água e sabão (ou com álcool em gel a 70%).
•    Evitar aglomerações.
•    Evitar contato com pessoas com sintomas de gripe (tosse, espirros, falta de ar).
•    Evitar tocar os olhos, o nariz e a boca com as mãos sem lavá-las.
•    Evitar apertos de mão, abraços e beijos ao cumprimentar as pessoas.
•    Ao espirrar e tossir, cubra o nariz e a boca com o cotovelo flexionado ou com lenço (em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos).
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!