Matérias

Edição 140
EMPREENDEDORA da Aldeia

No comando, Vanice!

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) Bruna Scheidt

Publicado em 03/07/2020



Vanice Zitterell é agricultora. Também é marceneira. Fruticultora. Dona de casa, esposa e mãe! Mas, acima de tudo, é uma mulher feliz com suas escolhas

Se para alguns trabalhar na agricultura significa sofrimento, para Vanice Zitterell é sinônimo de completa felicidade e realização pessoal. “Sempre sonhei ser quem eu sou”, diz a esposa de Juarez e mãe do estudante de Agronomia, José Henrique. 

Filha de agricultores, Vanice nunca se sujeitou à rotina de dona de casa. “Meu negócio era roça, enxada, arado com cavalo. Quando casei, aos 19 anos, não sabia fazer nada. Aprendi na marra, mas salguei muita comida e estraguei muita roupa”, conta. “Por sorte, Juarez era compreensivo”.

Foi ele inclusive que lhe ensinou a dirigir trator ainda quando namoravam. Na sua primeira habilitação, Vanice não pensou duas vezes e já tirou a carteira para caminhão. “Na lida do campo é preciso saber de tudo um pouco. Sempre gostei de aprender coisas novas e sempre busquei esta autonomia”.

Tanto é que no sítio de 25 alqueires da família ela tem papel central nas decisões, do plantio à colheita. É de praxe, todas as noites, uma reunião de planejamento em que discutem os afazeres do dia seguinte. E tudo é igualmente dividido. Tarefas de casa e tarefas no campo. Um cozinha, o outro lava a louça. E assim por diante. 
 
/arquivos/images/BRU_9937.jpg


Vanice, a empreendedora
Quando se fala em empreendedorismo feminino, os exemplos, em regra, vêm da cidade. Mulheres que empreendem no campo ainda são poucas. E, o pior, invisíveis. Por isso mesmo, Vanice luta. E empreende. Já teve apiário, vaca leiteira e até uma plantação de maracujá. “Produzi muito maracujá e vendia na escola em que meu filho estudava”, diz. Tudo isso paralelo às culturas tradicionais do sítio, soja, milho e painço. E, claro, do cuidado com a horta, jardim e pomar. Some-se a isso os animais. 

Sempre curiosa, quis aprender marcenaria. Fez o curso e montou uma oficina, de onde saem mesas, bancos, tábuas de cortar carne e cachepôs. “É uma terapia para as horas vagas. Quando estou trabalhando com a madeira, me desligo do mundo”. Porém, como toda empreendedora, Vanice está sempre com a mente borbulhante.  
 
/arquivos/images/BRU_9860.jpg


Morangos biológicos
Agora, seu novo projeto é uma estufa para a produção de morangos. Após uma palestra, Vanice chegou em casa decidida. Sentou com o marido e o filho, expôs a ideia e, com sua capacidade argumentativa e otimismo, convenceu os dois. Resumo: em menos de seis meses, o projeto saiu do papel.

Na estufa de 420 m² (com 60 metros de comprimento por 7 de largura) já estão plantadas 6 mil mudas. A expectativa é produzir anualmente 4,5 toneladas e meia de morango. Como toda empreendedora, estudou muito sobre a cultura e o mercado. “Desde o começo defendi a produção biológica. Pesquisei muito sobre o assunto e vi que estamos no caminho certo”, afirma. 

A comercialização também está sendo estrategicamente planejada. Além da venda em pontos selecionados, Vanice está amadurecendo a ideia de um “colhe e pague”. Não é algo para agora, num primeiro momento, mas é uma alternativa viável, já que o sítio fica somente a 10 km de Cascavel.
 
/arquivos/images/BRU_9992.jpg
Marcenaria: visão para criar e empreender


INSPIRAÇÃO NA MÃE
Desde pequena, Vanice ajudou a mãe, dona Zenaide, a buscar uma renda extra no sítio, fosse vendendo leite, queijo, ovos ou mandioca. “Como meu pai não dava dinheiro da lavoura para as coisas de casa, ela se virava”, lembra.

Com o dinheirinho extra, dona Zenaide vestia as quatro filhas, pagava dentista, comprava materiais escolares, utensílios domésticos e ainda sobrava para montar o enxoval das meninas. “Era uma empreendedora nata e sempre teve uma atitude positiva. Isso se reflete todos os dias na minha caminhada”, diz a filha, orgulhosa.
 
/arquivos/images/BRU_9833.jpg

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

1 COMENTÁRIO(S)

Inspiradora a história da Vanice! Parabéns!
comentado por Gabriel Matos em 13/07/2020
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!