Matérias

ITAIPU

PTI oferece curso para pilotagem de drones

Texto Assessoria de Imprensa

Publicado em 13/11/2020


Capacitação inclui aulas teóricas e práticas. A coordenação técnica e executiva é do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), que possui ampla experiência no tema

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) abriu as inscrições para a primeira turma do Curso de Qualificação Profissional em Pilotagem de Drones. A formação é destinada a profissionais, técnicos, estudantes e entusiastas que desejam aprender conceitos teóricos e práticos para aplicação dessas ferramentas em diferentes ocasiões.

A aula presencial está prevista para 11 de dezembro, nas dependências da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) - Campus Foz do Iguaçu. Em caso de situações climáticas adversas, a data será reprogramada. Por conta das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, as vagas são limitadas visando seguir os protocolos sanitários em vigor.

A carga horária total será de 08 horas e o valor do curso é de R$ 1.500,00. Interessados podem entrar em contato através do e-mail educação@pti.org.br. Já as inscrições devem ser realizadas até o dia 30 de novembro, pelo link: https://www.sympla.com.br/curso-de-qualificacao-profissional-em-pilotagem-de-drones__1026792.

A trilha de aprendizagem vai abordar conteúdo introdutório, como histórico, meteorologia e legislação aeronáutica aplicada aos drones, modelos de equipamentos, dinâmica de voo, obtenção de licenças, aplicações práticas e comerciais, além das atividades práticas de pilotagem. O técnico do Centro de Tecnologias Abertas e Internet das Coisas do PTI, Alexsandro Rodrigues Pinheiro, será o responsável pela aplicação do curso.

Alexsandro possui ampla experiência no seguimento e está à frente da execução de diferentes iniciativas do Parque Tecnológico relacionadas ao uso drones, especialmente no monitoramento de grandes obras que vêm sendo construídas pela Itaipu Binacional, como o Mercado Municipal, a ampliação do Aeroporto e a segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai. Estes acompanhamentos acontecem em parceria com a usina, por meio da Superintendência de Informática e a Divisão de Apoio Operacional.

Já a experiência como instrutor foi adquirida em dezenas de formações ofertadas para públicos distintos, como funcionários da Itaipu Binacional, policiais militares do 14º batalhão, em Foz do Iguaçu, além de parcerias em projetos acadêmicos da Universidade da Integração Latino-americana (Unila), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e a própria Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).


Expertise nas alturas
Atento às tecnologias que surgem no mercado e que facilitam o desenvolvimento de diferentes atividades, o Parque Tecnológico Itaipu aderiu e implementou o uso de aeronaves não tripuladas, popularmente conhecidas como drones, em algumas de suas ações. Desde 2018, o Parque vem investindo em iniciativas relacionadas ao setor, incluindo eventos sobre aplicações e legislação de drones, aquisição de equipamentos - cadastrados na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), formação de corpo técnico devidamente habilitado para pilotar os drones, além de práticas de monitoramento e acompanhamento de projetos desenvolvidos em parceria com a Itaipu Binacional e outros parceiros.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!