A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
Edição 153
CONSUMO

Embalagem de papel é mais sustentável

Texto Assessoria de Imprensa

Publicado em 20/08/2021

Com as lojas físicas fechadas durante a pandemia, o boom das compras online resultou em um número recorde de embalagens chegando às portas dos consumidores. Junto com toda essa mercadoria, veio uma crescente consciência dos materiais usados ​​para embalar e despachar os produtos e o impacto que esses materiais têm no meio ambiente.

Uma nova pesquisa encomendada por Two Sides e conduzida pela empresa de pesquisa internacional Toluna descobriu que os consumidores no Brasil e no mundo acreditam que a embalagem à base de papel é melhor para o meio ambiente do que outros materiais de embalagem.

Papel: a escolha sustentável
Os participantes da pesquisa foram solicitados a classificar seu material de embalagem preferido (papel cartão, plástico, vidro e metal) com base em 15 atributos ambientais, estéticos e práticos. No Brasil, dos 15 atributos, o papel cartão foi o favorito para 12 deles, o vidro foi o mais votado para 2, o metal para 1 e o plástico, 0.54% dos respondentes acham que elas são melhores para o meio ambiente, 57% mais fácil de reciclar e 60% mais barata.

Os consumidores norte-americanos também preferiram embalagens de papel em outros atributos ambientais, incluindo ser compostável em casa (65%) e mais fácil de reciclar (44%). 55% dos consumidores britânicos preferem embalagens baseadas em papel como melhores para o meio ambiente,  51%  por serem mais fáceis de reciclar e  77%  por serem compostáveis em casa.

Os consumidores  exigem que marcas façam mais
Marcas e varejistas desempenham um papel crucial na em promover a inovação e o uso de embalagens recicláveis. Em resposta à crescente pressão do consumidor para operar de forma mais sustentável, marcas e varejistas em muitos setores, de vinhos, destilados e refrigerantes a doces, cosméticos e roupas, estão mudando de embalagens de plástico para papel.

No Brasil a pesquisa descobriu que 58% dos consumidores estariam dispostos a evitar um varejista que não esteja tentando reduzir o uso de embalagens de materiais não recicláveis. 67% comprariam mais de varejistas que removessem o plástico de suas embalagens.

Na América do Norte a pesquisa descobriu que 49% dos consumidores comprariam mais de marcas e varejistas que removem plástico de suas embalagens e 39% considerariam evitar um varejista que não está ativamente tentando reduzir o uso de embalagens não recicláveis. Já no Reino Unido, os consumidores estão dispostos a agir se não acharem que um varejista está fazendo o suficiente para se tornar mais sustentável.

42% dos consumidores britânicos considerariam evitar um varejista que não estiver tentando reduzir o uso de embalagens não recicláveis. Parte desses consumidores é considerada millennial (51%). Outros 52% dos consumidores do Reino Unido comprariam mais de varejistas que estão removendo plástico de suas embalagens.

À medida que consumidores, empresas e governos procuram maneiras de criar uma economia circular mais sustentável, os resíduos de embalagens descartáveis, especialmente em ambientes marinhos, ganharam um grande foco.

Quando os consumidores foram questionados sobre quem tem a maior responsabilidade pela redução do uso de embalagens não recicláveis ​​e descartáveis, mais de um terço dos norte-americanos (36%) disse que os indivíduos são os principais responsáveis, enquanto 23% acreditam que cabe às marcas e varejistas, 23% acreditam que cabe aos fabricantes de embalagens e 18% acreditam que é responsabilidade do governo.

No Brasil 43% acreditam que o indivíduo tem mais responsabilidade, seguido por 16% que acreditam que a maior responsabilidade é das marcas, varejistas e supermercados.
 

Sobre a pesquisa
Em janeiro de 2021, um estudo global com 8.800 consumidores foi encomendado por Two Sides e conduzido pela empresa independente de pesquisa online Toluna. No Brasil, a pesquisa foi realizada com 1.000 consumidores entre 18 e 55 anos. 37% homens e 63% mulheres.







Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2021 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751