A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
Edição 155
PRIMATO

Como manter a produção de leite com pasto escasso?

Texto Assessoria de Imprensa
Foto(s) Divulgação

Publicado em 29/10/2021


É bem verdade e todos nós sabemos sobre a situação delicada vivida no campo. As pastagens estão sequinhas e muitas delas sumiram de vez. Entretanto, o gado precisa comer para produzir leite, não deixando cair a quantidade e a qualidade.

O produtor rural faz malabarismo para enfrentar a crise hídrica e corre atrás de alternativas. Uma delas é fazer o planejamento com a produção e utilização do material volumoso.

Rodrigo Macagnan é assistente técnico de nutrição da Cooperativa Primato. Ele conta que grande parte da dieta de um animal é o volumoso e precisa ser de qualidade. “Produtor rural precisa ter feno, silagem ou pastagem para oferecer para as vacas. Precisa calcular quanto vai necessitar no ano e programar-se”.

Cezar Dondoni é pecuarista e tem 132 vacas na propriedade que fica em Cascavel, Oeste do Paraná. Do total, 64 delas estão em lactação. Ele conta como tem feito para driblar o problema da seca e escassez de material volumoso.

“Nos últimos dois anos temos sofrido com a seca e sempre estamos tentando substituir com alguma coisa, comprando feno fora da propriedade, para economizar silagem. Ainda bem que temos rações e farelo que ajudam a substituir a alimentação do animal, por que se a vaca não for alimentada a produção cai muito”, diz Cezar.

O pecuarista sabe que, na propriedade, tem que buscar solução assertiva para não perder dinheiro e manter a produção de leite. “A ração da Primato tem diversos teores de proteína. Tem de 16% a 22% de proteína. Utilizo na propriedade a 22% especial. Ela tem monensina e diversos aminoácidos que ajudam na produção de leite, então isso tem suprido muito bem essa falta de energia nutricional que não temos no milho”.

Se o produtor rural seguir as orientações de manejo dos animais e oferecer a alimentação balanceada, não tem como dar errado. O resultado será sentido na hora da ordenha. Para auxiliar o produtor rural, as sete lojas agropecuárias da Primato são completas.

“A gente tem toda parte de farmácia e veterinária. Tudo com relação à ração para bovino de corte, de leite e materiais para manejo também”, enfatiza Ilvandir Tedesco, gerente da loja agropecuária da Primato em Cascavel.

E quando o assunto é investimento e parceria, o Cezar recomenda: “Eu faço o convite para quem tiver interesse, que venha ser um associado da Primato, além da ajuda de técnicos, nutricionistas, veterinários e produtos, tanto ração quanto medicamentos”. Fonte: Sirlei Benetti - Portal Sou Agro
 

Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2021 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751