A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
Edição 160
VETERINÁRIA

Três décadas de Santa Clara

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) Kauã Veronese

Publicado em 14/04/2022


Fundada há 35 anos, a Clínica Veterinária Santa Clara investe em modernização sem perder o principal: tradição, confiança e atendimento personalizado

Existem poucas empresas em Cascavel tão tradicionais quanto a Clínica Veterinária Santa Clara. Fundada há 35 anos, faz parte da história da cidade e de, no mínimo, três gerações de clientes. A tradição, no entanto, passa longe de impedir que a empresa siga em constante modernização de sua estrutura e atendimento.

E claro, unir tradição com as demandas modernas é um desafio que o casal de médicos veterinários Márcio Dalmina e Jordana Loch Dalmina tem se proposto desde 2013, quando assumiram o negócio. Com olhar global e sensibilidade para entender — e atender — eles têm transformado a Santa Clara num espaço de excelência de serviços. 
 
Márcio e Jordana, com a mascote Clarinha 

Além dos aportes em tecnologia, com equipamentos de ponta para a realização de exames e outros procedimentos, inclusive cirúrgicos, a Santa Clara nunca descuidou da qualidade técnica. A prioridade é o tratamento clínico e a busca pelo bem-estar dos animais.
 

“Criamos um ambiente em que os pets e seus tutores se sentem acolhidos desde a chegada”.


Com uma estrutura que contempla consultórios para atendimento de animais de pequeno porte como cães, gatos, aves e animais exóticos em geral, espaço dedicado a análises clínicas, centro cirúrgico e salas de preparo e de internação, o objetivo da clínica agora é se enquadrar como hospital.
 

“Em termos de estrutura e de atendimento 24 horas já estamos neste patamar. Só falta ajustar questões de legislação”, explica Márcio. 

 

GESTÃO PROFISSIONAL
Para crescer mais de 200% desde que assumiram a clínica, Márcio e Jordana também fizeram ajustes na gestão.
 

“Fomos aprendendo com erros e acertos. O primeiro passo foi nos reconhecermos como empreendedores, afinal nossa primeira vocação é cuidar de animais”, explicam.


A partir deste reconhecimento, vieram os cursos na área de administração. “Não adianta sermos excelentes médicos veterinários se não soubermos administrar”, afirma Márcio. A gestão mais profissionalizada forçou um planejamento estratégico e, consequentemente, investimentos em novos sistemas de controle interno e em marketing.

CONFIANÇA 24 HORAS
Com uma equipe formada por 11 profissionais nas áreas de clínica geral, cirurgia de tecidos moles, cirurgias ortopédicas, anestesia, atendimento emergencial, exames ultrassonográficos, ecocardiograma e reabilitação em fisioterapia e acupuntura, a Santa Clara segue o conceito de oferecer atendimento integral e otimizado, evitando encaminhamento para serviços externos.

Exames com resultados em 15 minutos, por exemplo, facilitam o tratamento precoce. “Como atendemos 24 horas, às vezes o animalzinho chega aqui meia-noite. Rapidamente coletamos o sangue e temos o diagnóstico”, diz Márcio. Em casos de emergência e urgência, esta agilidade representa não apenas a redução de sequelas, mas a sobrevivência do animal. 
 
Atendimento integral e otimizado evita necessidade de serviços externos e garante conforto ao animal

COMUNICAÇÃO CLARA
Quem trabalha com pet sabe da importância de estabelecer uma relação de confiança e honestidade com os tutores. Entra aí a anamnese detalhada e a comunicação clara.
 

“Quando um tutor busca atendimento para seu animal, ele já está passando por um momento de estresse e preocupação. É preciso ter sensibilidade e empatia na hora de comunicar”, observa Jordana.


Saber lidar com as frustrações e perdas dos tutores é outro ponto crucial.
 

“Nós sofremos juntos com os nossos clientes, nos emocionamos em casos de sucesso ou insucesso. Somos bem transparentes e acessíveis, e isso fortalece os nossos vínculos”.


Vínculos aliás que extrapolaram as fronteiras. A clínica recebe pacientes de toda a região e até do Paraguai. Isso é resultado de um trabalho conjunto. Todos os profissionais se envolvem e discutem soluções caso a caso.
 

“Temos bem claro isso. O paciente é da clínica e todos precisam estar familiarizados com a situação, pois se envolvem e ajudam a cuidar”, explica o veterinário. 


RELAÇÃO AFETIVA
Filho da médica veterinária Gladis Dalmina, Márcio tem uma relação afetiva com a Santa Clara. Desde criança acompanhava a mãe levando animais do zoológico, onde trabalhava, na clínica. Tanto é que quando surgiu a proposta de compra não pensou duas vezes.
 
 

“Nós já tínhamos o terreno e estávamos começando o projeto para montar algo nosso, mas abandonamos tudo para seguir com a Santa Clara. É uma responsabilidade muito grande pela história e tradição, mas sabemos exatamente onde queremos chegar. Nosso projeto é estruturar bem aqui e depois expandir”, conclui.

Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751