A revista mais premiada do Paraná
14 anos de história
Edição 160
TECNOLOGIA

Mercolab, um senhor laboratório!

Texto Rejane Martins Pires
Foto(s) Kauã Veronese

Publicado em 20/05/2022


Você nem imagina, mas muito da carne de frango consumida aqui e em mais de 150 países do mundo passa pelas mãos e olhares criteriosos de um laboratório de Cascavel, o MercoLab

O Brasil produz 6,3 bilhões de frangos por ano e o Paraná representa 30% desta produção. Isso, certamente, não é nenhuma novidade, mas o que poucos sabem é que 50% de toda a produção nacional de frangos passa por algum processo de análise feito por uma empresa cascavelense, o laboratório MercoLab.

Em resumo, a qualidade da carne de frango consumida aqui e exportada para outros 150 países é resultado de um trabalho iniciado há duas décadas pelo médico veterinário Alberto Back e sua esposa Maria Alice.
 
Alberto e Maria Alice, fundadores do MercoLab: uma jornada de persistência e foco no trabalho

A bem da verdade, a vinda de Alberto e Maria Alice para Cascavel não foi muito planejada. Recém-chegados dos Estados Unidos, onde Alberto fez seu mestrado e doutorado na Universidade de Minnesota, tentaram primeiramente se estabelecer em Londrina. Sem muito espaço para desenvolver suas ideias, surgiu a oportunidade de absorver o laboratório da Globoaves, em Cascavel. 

Com o fechamento deste laboratório - o embrião de tudo - e a responsabilidade de continuar atendendo a Globoaves, nasceu o MercoLab. Em 2002, se resumia a uma pequena célula incubada dentro da Fundetec.

Nestas duas décadas, passou de quatro para mais de cem colaboradores que atendem mais de mil indústrias e produtores em todo o país. No segmento de avicultura, onde concentra 70% de suas atividades, é o maior do Brasil. 
 

“Aprendi grandes lições com a avicultura. Como as aves têm um ciclo muito rápido, permitem avanços também muito rápidos. São e vão continuar sendo uma fonte de alimento saudável e barata para todo mundo”


TRABALHO PREVENTIVO
Com sede em Cascavel e uma unidade em Chapecó (SC), e foco no diagnóstico, na monitoria e no atendimento da sanidade avícola, o MercoLab também atua, em menor escala, na área de bovinos, suínos, equinos, peixes e pets. Recentemente, recebeu a aprovação do Ministério da Agricultura para análise de alimentos, trabalho este que será concentrado em Chapecó. 

Em Cascavel, o foco continuará sendo a sanidade, que é atender o animal até ele chegar na planta processadora, ou seja, no abatedouro. Assim, todo abate depende destas análises laboratoriais. “Nosso trabalho é preventivo. É entender qual a melhor qualidade da ração, da cama que as aves têm, a qualidade da água, das vacinas e dos produtos adicionados na dieta”, explica Back.

Depois que é transformado em alimento, vem outro processo, outro laboratório. É aí que entra a estruturação da unidade de Chapecó para atender este novo segmento.
 

“Desde que iniciamos, sempre expandimos. Nosso maior desafio é continuar nos adequando, nos equipando e nos atualizando para atender às necessidades da indústria, que terá ainda mais tecnologia incorporada”, observa. 


 
Laboratório do MercoLab: 20 anos atendendo às demandas da indústria 

Vale lembrar que o crescimento do MercoLab está ancorado em três pilares: custo compatível com o mercado, agilidade na entrega dos exames e credibilidade dos resultados. Este reconhecimento de mercado só foi possível pela constante capacitação técnica, persistência e sensibilidade para entender o que a indústria e o produtor precisam.
 

“Me sinto privilegiado pelas boas conexões feitas ao longo destes anos e por ter ajudado a avicultura brasileira a alcançar este patamar e ser uma referência no mundo”.

 
NOVA MARCA
Produzida pela Caio Publicidade, a nova identidade visual da MercoLab faz parte do reposicionamento da empresa e busca traduzir a expansão também na comunicação. “O mundo avança muito rápido, está em constante atualização, e nossa nova marca reflete esse momento estratégico”, explica Back.
 


 

Deixe seu comentário

Expresse, fale, opine, sugira! Nós queremos fazer nossa Aldeia cada vez melhor.

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
© 2022 REVISTA ALDEIA Todos os direitos reservados.
Alguma dúvida? Nos te ajudamos. Ligue: (45) 3306-5751