Matérias

Voo livre

Publicado em 15/03/2017

Márcio Adriano Campos, executivo de uma grande rede de materiais de construção, não tem medo de sonhar alto e prospectar planos mais audaciosos


Texto: Rejane Martins Pires
Fotos: Vanderson Faria
Ele já foi zelador, caixa, balconista, telefonista, auxiliar de compras, freteiro, entregador e até dono de locadora de vídeo, mas se redescobriu como profissional há três anos quando assumiu a gestão de negócios de uma grande rede de lojas de materiais de construção. Ser bem-sucedido nessa missão era uma questão de honra e de sobrevivência, afinal acabara de deixar seu emprego. Hoje, com a convicção de ter tomado a decisão correta, Marcio Adriano Campos, 34 anos, sonha alto. A experiência na rede lhe possibilita prospectar planos mais audaciosos com o peso do seu próprio nome. “Sempre busquei uma identidade própria e foi importante até para minha vida pessoal reconstruir minha imagem. Hoje sou respeitado pelo meu trabalho”.






DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.
×

Assine Aldeia

Por apenas R$ 9,90* / mês.

Deixe seu telefone, nós ligamos para você.
Venha fazer parte da nossa tribo!