Matérias

Futebol

'Cria' do FC Cascavel, Bitelo é vendido para o Grêmio

Meia-atacante de 18 anos que se destacou e foi lapidado pelo clube cascavelense, agora vai atuar pelo tricolor gaúcho

Texto Assessoria de Imprensa


Ele se destacou em pouco tempo. Chamou a atenção pelas habilidades em campo, mesmo com tão pouca idade. João Paulo de Souza, o Bitelo, tem apenas 18 anos, mas já está tendo grandes oportunidades no mundo da bola. O Futebol Clube Cascavel foi a primeira casa a apostar nesse talento, lapidando e enriquecendo o atleta com mais “bagagem”. Depois de atuar e desempenhar um bom papel na categoria de base, Bitelo deu um passo mais acelerado do que o normal: pulou do elenco Sub-17 para o time profissional e teve a chance de disputar algumas partidas do Campeonato Paranaense 2018 como meia-atacante do grupo principal.

Não demorou muito para que as características notadas pela equipe do FC Cascavel também chamassem a atenção de grandes clubes do Brasil. Bitelo já foi sondado por times como Corinthians, Atlético-PR e Fluminense. Mas depois de um tempo de amadurecimento, a nova camisa que o talentoso garoto deve usar é a do Grêmio. Após negociação, o FC Cascavel fechou contrato com o clube gaúcho. “Estamos negociando desde junho. Tanto Grêmio quanto Internacional se interessaram e o Grêmio agilizou tudo antes. Apostamos muito que isso ia acontecer com o Bitelo, porque desde que ele chegou ao FC em 2017, já demonstrava muita habilidade. É ambidestro e só precisava de mais lapidação”, comenta Sebastião Marques, gerente-geral do FC Cascavel, explicando que o time de Cascavel continua tendo participação nas negociações do atleta pelas próximas cinco vendas.

A fase de aprimoramento físico e técnico

No período em que esteve no clube cascavelense, o trabalho foi intenso. “Ele chegou muito magro e, por conta disso, recebeu um acompanhamento específico para fortalecimento físico. Teve ajuda de profissionais de nutrição, suplementação e está saindo do clube com um ganho de 9kg de massa magra”, conta Sebastião.

Natural de Formosa do Oeste, no Paraná, Bitelo cresceu tendo uma relação de amor crescente pelo futebol. Assim como muitos meninos do interior que sonham em se tornar grandes jogadores, ele também sempre se inspirou nos melhores: admirava Ronaldinho e segue admirando ícones como Neymar e Cristiano Ronaldo. É um adorador do esporte desde os quatro anos. E as brincadeiras de bola na rua foram ficando mais sérias quando pode treinar em uma escolinha em Cascavel. “Minha primeira experiência foi muito boa, foi nessa temporada pelo FC Cascavel, vi que é um método diferenciado do que eu já estava acostumado. Fiquei muito feliz, aprendi muitas coisas com os jogadores e com o técnico. Foi uma crescente para o meu futebol e para minha vida conviver alguns meses com eles no profissional”, agradece Bitelo.

A transição

Agora, depois dos detalhes da contratação e dos exames médicos, o atleta já foi apresentado no tricolor gaúcho. “Minhas expectativas são as melhores possíveis. Espero que eu consiga construir uma boa história com a camisa do Grêmio, assim como fiz com a do Futebol Clube Cascavel. Vai ser uma nova fase na minha vida. Apesar de ansioso, estou tranquilo e vai dar tudo certo!”, planeja o jogador.

Para a equipe do FC Cascavel fica a certeza de que o trabalho está no caminho certo. “O caso do Bitelo acaba incentivando os demais meninos a se esforçarem para alcançar o mesmo. E também faz com que os grandes clubes do país nos enxerguem com outros olhos”, comemora Sebastião. 
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Importante: Comentários com conteúdo sensível, impróprio ou que for considerado inadequado – por qualquer motivo, a critério do moderador – serão sumariamente deletados.

Deixe seu comentário.