Poeme-se

Julio Szymanski | Lago Municipal de Cascavel

síncope da luz!
angústia do verde nas esperanças!
há um sino dobrando em cada coração
e uma cruz de esqueleto de ilusões abre seus braços
sobre cada pensamento!
- é a hora do crepúsculo do amor
- a hora do crepúsculo do sonho!

 

Nascimento Moraes Filho,
poeta maranhense